Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o fariseu

Não piroparás a mulher do próximo.

28.12.15

Portugal, 2015.

Sitio terrestre onde falir um banco e lesar milhões de pessoas dá um puxão de orelhas e um piropo dá prisão até três anos. Local bonito e aprazível onde a Stasi de Finanças tem poder para meter uma familia na rua pelo não pagamento do selo automóvel e indulta-se o regresso de capitais colocados em paraísos fiscais.

Onde as "causas urbanas" têm prioridade e celebrado tempo de antena e a estratégia económica e social do país não passa de conversa de café. O regresso do estado paizinho a pedido de muitas familias, Big Brother is watching you, que isto de ter liberdade a mais nunca deu bom resultado. Onde os extremos se tocam uma e tantas vezes. Bocas cheias de liberdades e fascismo nunca mais, regulam a arte do bem pensar, do bem dizer.

Três anos de prisão para o trolha do andaime que assobiou. Três anos de prisão para o gajo na discoteca que nem disse nada mas a gaja estava ressabiada e tinha amigas prontas a testemunhar. Três anos de prisão para o miúdo de 18 anos que se atreveu a ter 18 anos. Três anos de prisão para a estupidez humana, três anos de prisão para metade do mundo.

Para os que não se consigam desligar desse asqueroso hábito, é de pensar em espaços apropriados para o efeito. Salas de piropo, linhas de assistência 24 horas, medicação etc.

 

De acordo com a nova lei, a história literária portuguesa seria mais ou menos assim;
Bocage, Camões e Camilo entram num bar.
São todos presos. Fim.

 

Tudo para nos proteger, muito obrigado minha senhora. Salvem-nos das conversa brejeiras numa roda de samba.
- Que batida! Que ritmo! Rebenta-me esse pandeiro todo!
- Polícia Judiciária, está tudo preso!

 

Cuidadinho com as segunda intenções na conversa senhor padeiro, Portugal é um país como deve der ser;

-Avie-me aí dois papo-secos e uma baguete se faz favor.
-Com certeza. Vai comer agora ou prefere levar no pacote?
*entra o Corpo de Intervenção*

 

Pela fiscalização aos cidadãos, por uma nação mais segura, três vivas à ascensão da brigada dos costumes!

- O senhor condutor bebeu?
- Não senhor.
- E assobiou às gajas?
- Bom, quer dizer…
- Vamos a sair da viatura de mãos no ar faxabor!

 

tumblr_inline_myterxigBV1svew6l.gif